SPITZ ALEMÃO ANÃO

05/09/2012 16:49

 

Nome:SPITZ ALEMÃO ANÃO Nome 2 :LULU DA POMERÂNIA Nome 3 : Padrão não comenta
 
Origem: Alemanha
Nome de origem:Deutscher Spitz (Wolfspitz, Grosspitz, Mittelspitz;
Utilização: Guarda e companhia.
 
ASPECTO GERAL - o que seduz nos spitz é a sua beleza de suas pelagens mantidas eretas pela abundância do subpêlo. Particularmente impressionante é a exuberante juba em torno do pescoço e a frondosa cauda emplumada portada, de maneira soberba, deitada sobre o dorso. A cabeça de raposa de olhos aguçados e inteligentes e as orelhas pequenas, pontudas e de inserção conferem ao spitz alemão aquele ar característico impertinente.
PROPORÇÕES - a proporção entre a altura na cernelha e o comprimento do tronco: 1: 1..
TALHE  
• Altura da Cernelha
Macho: Altura Máxima + 2 cm
Altura Mínima - 2 cm
Altura Ideal - 20 cm
Fêmea: Altura Máxima + 2 cm
Altura Mínima - 2 cm
Altura Ideal - 20 cm
• Comprimento - igual à altura na cernelha.
• Peso - cada variedade do spitz alemão deve ter um peso correspondente ao seu tamanho.
TEMPERAMENTO - o spitz alemão é sempre alerta, esperto e excepcionalmente devotado a seu amo. De fácil condução é fácil de treinar. Sua desconfiança para com estranhos e a ausência do interesse para a caça o tornam ideal como cão vigia, para o lar e fazenda.
Não é tímido sequer agressivo. Seus mais importantes atributos são a resistência à mudanças climáticas, a robustez e a longevidade.
PELE - de revestimento ajustado ao corpo sem qualquer ruga.
PELAGEM - dupla. Longa reta, eriçada com subpêlos curtos retos e algodoados. Nas faces, orelhas, face anterior dos membros e nas patas, o pêlo é curto e fechado; no restante do corpo é longo e opulento. No pescoço e nos ombros onde o pêlo arma-se bem rígido e perpendicular ao corpo ficando bem arejado. Não é ondulado, cacheado ou agrupado em tufos. Não se reparte na linha de dorso, mas se estende, bem arejado, em todos os sentidos, atingindo seu comprimento máximo na linha inferior do pescoço e da cauda. A face posterior dos membros é guarnecida de fartas franjas descendo e diminuindo gradativamente de comprimento. Nos anteriores a franja se estende do cotovelo ao metacarpo; nos posteriores o culote desce somente até o jarrete. A cauda é frondosamente emplumada.
COR - cor_spitz_alemao.asp
CABEÇA - vista de cima, a largura máxima da região posterior reduz-se progressivamente até a ponta do nariz conferindo o aspecto cuneiforme.
• Crânio - de tamanho médio.
• Stop - de moderado para marcado, jamais abrupto.
• Focinho - não muito longo, agradavelmente proporcionado ao crânio. (No Wolfspitz / Keeshond, spitz médio e gigante a proporção entre o comprimento do focinho e o do crânio é, aproximadamente 2:3, no spitz anão e no spitz toy, aproximadamente, 2:4.).
• Trufa - pequena, redonda e de cor preto puro, marrom escuro no spitz marrom.
• Lábios - sem excessos, bem ajustados aos maxilares tocam-se sem encobrir-se e sem fazer qualquer vinco na comissura. O contorno dos lábios e das pálpebras são completamente pretos em todas as cores dos spitzes e marrons nos exemplares marrons.
• Bochecha - suavemente arredondadas sem serem protrusas.
• Mordedura - maxilares moderadamente desenvolvidos, revelando uma mordedura em tesoura com os 42 dentes obedecendo a fórmula dentária canina, isto é, dentes superiores ultrapassando os inferiores em contato justo e ortogonalmente inseridos. No miniatura e no toy (pomerânia) spitz a falta de alguns pré-molares é tolerada. A mordedura em torquês é permitida em todas as variedades.
• Olhos - tamanho médio, alongados, levemente oblíquos e escuros. A rima dos olhos é preta em todas as cores e marrom escuro nos cães marrons.
• Orelhas - pequenas, triangulares, pontudas, inserção alta, o relativamente próximas, sempre bem rígidas e empinadas para cima.
PESCOÇO - de comprimento médio, inserção larga nos ombros, ligeiramente arqueado, sem barbelas, e revestido por uma juba espessa, profusa e farta.
TRONCO  
• Linha superior - começa na ponta das orelhas portadas eretas e funnde-se numa suave curva com o dorso curto e reto. A frondosa cauda emplumada, que cobre parcialmente o dorso, arredonda a silhueta.
• Cernelha - alta descende imperceptivelmente para o dorso.
• Dorso - reto, firme e o mais curto possível.
• Peito - profundo bem arqueado, com antepeito bem desenvolvido.
• Costelas Padrão não comenta
• Ventre Padrão não comenta
• Lombo - de conexão curta com o dorso, é largo e robusto.
• Garupa - larga e curta, sem ser caída.
MEMBROS - descriçao de membros
Anteriores - retos, frente mais para larga.
• Ombros - as escápulas são longas e bem anguladas. Bem musculados e firmemente articulados ao tórax.
• Braços - é aproximadamente do mesmo comprimento, forma um ângulo de 90º com a escápula.
• Cotovelos - articulação forte, trabalhando rente ao tórax e corretamente direcionado para frente.
• Antebraços - de comprimento médio relativamente ao tronco, robusto e inteiramente reto. A face posterior do antebraço é bem franjada.
• Carpos Padrão não comenta
• Metacarpos - robusto, de comprimento médio, faz um ângulo de 20º com a vertical.
• Patas - a menor possível, redondas e compactas, assim chamada “de-gato”, com dígitos bem arqueados. As unhas e almofadas plantares são pretas em todas as nuanças de cores, mas marrom escuras nos cães marrons.
Posteriores - bem musculados e abundantemente franjados até os jarretes. Os membros posteriores são retos e paralelos.
• Coxas - aproximadamente do mesmo comprimento da perna.
• Joelhos - de articulação forte com angulação apenas moderada, movimentando-se corretamente direcionados para frente.
• Pernas - aproximadamente do mesmo comprimento da coxa.
• Metatarsos Padrão não comenta
• Jarretes
 
- de comprimento médio, muito fortes e verticais.
• Patas - o mais pequenas possível, bem compactas com dígitos bem arqueados, assim chamados “de-gato”. Almofadas plantares bem ásperas. A cor das unhas e almofadas é o mais escura possível.
CAUDA - de inserção alta e comprimento médio. Lança se para cima e enrola-se para frente sobre o dorso, reta desde a raiz. Deita-se firmemente sobre o dorso e é frondosamente emplumada. Um caracol duplo na ponta da cauda é tolerado.
MOVIMENTAÇÃO - em corretamente direcionado para frente, de modo fluente, com boa e poderosa propulsão.
FALTAS - qualquer desvio dos termos deste padrão deverá ser considerado como falta e penalizado na exata proporção de sua gravidade e seus efeitos sobre a saúde e o bem estar do cão.
FALTAS GRAVES - Faltas na estrutura.
• Cabeça muito plana, evidente cabeça de maçã.
• Trufa cor-de-rosa, orla palpebral ou labial despigmentada.
• No wolfspitz / keeshond, spitz gigante e spitz médio, faltas de dente.
• Faltas na movimentação.
• Nos spitz sombreados de cinza, falta das marcas características nas faces.
DESQUALIFICAÇÕES Padrão não comenta